De volta à realidade

O mês mais comprido do ano.

E assim, de repente, a realidade atropela-nos como uma manada de búfalos em fúria. Os horários, o trânsito, os prazos, as tarefas, a escola, enfim, tudo aquilo a que dezembro nos poupou de alguma forma, janeiro atira-nos para cima do colo como quem despeja um balde de lixo. Obrigadinho, só por causa disso nem mereces que te cantemos as Janeiras.

Ainda por cima, janeiro tem o condão de parecer ter 90 dias. É comprido e chato como o peixe-espada, o raio do mês. Como se isto não bastasse, ainda nos fomos a prometer palermices na passagem de ano e agora temos de nos inscrever no ginásio, começar a dieta, etc.

Valha-nos o mesmo de sempre… valha-nos Cabriz.

Aproveita um dos muitos dias de janeiro para nos seguires no Facebook e Instagram e instalares os nossos stickers de WhatsApp.