Loading Likes...
cabriz vilar de mouros festival musica

Vilar de Mouros 2018 bebeu Cabriz, vinho oficial do festival

Agosto 25, 2018 12:23 pm Published by Leave your thoughts

Vilar de Mouros 2018 bebeu Cabriz, vinho oficial do festival

Cabriz foi o vinho oficial do histórico festival EDP Vilar de Mouros, que se realizou nos últimos 3 dias no concelho de Caminha. Foram 3 dias de muita música e animação, em que diferentes gerações conviveram ao ritmo das músicas em cartaz e ao sabor de Cabriz, única marca de vinho presente no festival.

O Dão mais vendido no mundo instalou dois wine bares no evento, um no interior do recinto e outro no exterior, logo junto à entrada, onde era possível provar os Cabriz Colheita Selecionada tinto, branco e rosé, assim como o espumante bruto. Cabriz esteve, ainda, representada na zona VIP do EDP Vilar de Mouros, onde os convidados puderam provar os nossos Reserva.

Para além dos wine bares, Cabriz animou a festa com várias ativações de marca que levou a cabo em vários pontos do recinto, com oferta de brindes e muitas surpresas para os festivaleiros que nos fizeram companhia nestes dias de grande animação. Este ano, faziam parte do cartaz deste festival The Pretenders, Incubus, Editors, David Fonseca, GNR, entre outros.

O histórico Festival de Vilar de Mouros foi criado em 1965, pelo médico António Augusti Barge, para ser um evento de divulgação da música popular do Alto Minho e Galiza e com o objetivo de transformar Vilar de Mouros num destino turístico. Mas foi em 1971 que se produziu em Portugal a 1ª grande edição do Festival Vilar de Mouros, com nomes como Elton John, os nacionais Quarteto 1111, Pentágono, Amália Rodrigues, Duo Ouro Negro, Celos, Banda da Guarda Nacional Republicana, Coral Polifónico de Viana do Castelo e o Grupo de Bailado Verde Gaio, abarcando assim o tradicional, o fado, o rock e o pop. Vilar de Mouros passou, então, a ser considerado o Woodstock português.

Embora com vários anos de interrupção, o Festival de Vilar de Mouros tem recebido, ao longo da sua já longa história, nomes como os U2, Tom Robinson, Carlos do Carmo, Vitorino, Madredeus e Xutos e Pontapés, Bob Dylan, Peter Gabriel, Neil Young, Alanis Morissette, Iron Maiden, Skunk Anansie, Ben Harper, Joe Cocker, Joss Stone, entre muitos outros.

Categorised in:

This post was written by Cabriz Cabriz