Blog

O que posso ou não fazer em desconfinamento

O que posso ou não fazer em desconfinamento

O que podemos ou não fazer nesta segunda fase do desconfinamento? Desde ir à praia, a restaurantes, lojas, escolas, muitas são as novidades a saber.

Susana Pinheiro
Muita coisa está a mudar depois do estado de emergência que quase parou a economia do país. Entrámos na segunda fase do desconfinamento com regras um pouco menos apertadas do que até agora. Com uso obrigatório de máscara nos transportes públicos, lojas, restaurantes e escolas. As normas gerais de distanciamento social, e de higienização e etiqueta respiratória são para cumprir. Mas já é possível ir banhos na praia.
O Governo publicou, a 17 de maio, o documento que regulamenta as normas da nova fase de desconfinamento, prorrogando a situação de calamidade até ao final deste mês de maio para conter a pandemia de Covid-19.
“O Governo opta por um elenco menos intenso de restrições, suspensões e encerramentos do que aquele que se encontrava vigente, sem prejuízo da gradualidade do levantamento das restrições e da necessidade de se manter o escrupuloso cumprimento, pela população portuguesa, das medidas de distanciamento físico indispensáveis à contenção da infeção”, lê-se no documento do Conselho de Ministros que regulamenta as normas da nova fase de desconfinamento.
Mais: “A população deve procurar cumprir um dever cívico de recolhimento domiciliário, dando primazia às atividades, decisões e deslocações que não impliquem um contacto social alargado”.
Saiba, então, o que é possível fazer nesta altura.
Posso ir a restaurantes, cafés e pastelarias?
Sim. Com máscara e antes das 23 horas. Os espaços devem disponibilizar gel desinfetante à entrada para os clientes.
À excepção de pessoas que morem na mesma casa, todas as outras devem manter uma distância de segurança de dois metros nos espaços que devem ter lotação limitada a 50% da capacidade máxima e plano de contingência. De preferência, devemos recorrer ao pagamento electrónico em detrimento de dinheiro para evitar o contágio.
Como faço se quiser ir a um loja de rua?
Deve usar máscara. Depois das lojas de rua até 200 metros quadrados, cabeleireiros, barbeiros, bibliotecas, livrarias, chegou agora a vez dos espaços comerciais a retalho e de prestação de serviços que tenham porta aberta para a rua até 400 metros quadrados. Feiras e mercados estão incluídos, mas com plano de contingência. As lojas em centros comerciais só reabrem a 1 de junho.
Posso ficar descansado se o meu filho for às aulas ou à creche?
As autoridades garantem que sim, desde que os espaços providenciem todas as medidas de segurança para evitar a propagação da pandemia. Algumas dessas estratégias contemplam, por exemplo no caso dos alunos dos 11.º e 12.º anos, a distribuição de turmas por turnos, em espaços amplos, e um estudante por secretária. Os alunos têm aulas presenciais, sem intervalos fora das salas, e de máscara ou viseira.
Também nas creches deve haver distanciamento social e serem cumpridas regras de higiene. Um menor número de crianças por sala e o calçado ficar à porta são mais algumas das medidas a ter em conta.
Posso visitar os meus familiares em lares de idosos?
Sim, desde que com autorização e cumprimento das regras estipuladas: um visitante por utente, mas com marcação prévia e no máximo durante uma hora e meia. Além de “manter o cumprimento de todas as medidas de distanciamento físico, etiqueta respiratória e higienização das mãos.
Também pode visitar pessoas em unidades de cuidados continuados integrados.
E ir banhos nas praias?
Até então, o acesso à água era apenas possível para praticantes de desportos náuticos. Mas agora já se pode ir a banhos. De acordo com o documento governamental, são permitidas “deslocações para efeitos de fruição de momentos ao ar livre, designadamente em parques, nas marginais, em calçadões, nas praias, mesmo que para banhos, ou similares”.
Mas a 6 de Junho as regras serão mais apertadas com uma aplicação para telemóvel com sinalética tipo semáforo que indica se a praia tem lotação esgotada (vermelho), quase cheia (amarelo) ou está disponível (verde).
Posso acampar?
Sim. Os parques de campismo e caravanismo e áreas de serviço de autocaravanas estão autorizados a reabrir, com uma lotação máxima de dois terços da capacidade.
Posso visitar museus, monumentos e palácios?
Sim, desde que use máscara, cumpra uma distância mínima de dois metros, higienização das mãos e dos espaços.

Partilhe em:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp