Blogue

cabriz touriga nacional branco concurso vinhos de portugal medalha de ouro
Search O melhor é conhecer, por dentro, o seu vinho preferido. Saber por onde ele anda e com quem. Ver os copos onde se entorna e as mãos que o transportam. Voar com ele e trazê-lo para casa, a cada regresso. Descobrir os segredos das vinhas e das vindimas e acompanhar as viagens que o melhor Dão do mundo faz, à volta da Terra, para levar mais longe o nome dos vinhos portugueses. O melhor?
cabriz no rio de janeiro
Search O melhor é conhecer, por dentro, o seu vinho preferido. Saber por onde ele anda e com quem. Ver os copos onde se entorna e as mãos que o transportam. Voar com ele e trazê-lo para casa, a cada regresso. Descobrir os segredos das vinhas e das vindimas e acompanhar as viagens que o melhor Dão do mundo faz, à volta da Terra, para levar mais longe o nome dos vinhos portugueses. O melhor?
cabriz historico restaurante quinta da boa vista rio de janeiro brasil
Search O melhor é conhecer, por dentro, o seu vinho preferido. Saber por onde ele anda e com quem. Ver os copos onde se entorna e as mãos que o transportam. Voar com ele e trazê-lo para casa, a cada regresso. Descobrir os segredos das vinhas e das vindimas e acompanhar as viagens que o melhor Dão do mundo faz, à volta da Terra, para levar mais longe o nome dos vinhos portugueses. O melhor?
cabriz na tap
Search O melhor é conhecer, por dentro, o seu vinho preferido. Saber por onde ele anda e com quem. Ver os copos onde se entorna e as mãos que o transportam. Voar com ele e trazê-lo para casa, a cada regresso. Descobrir os segredos das vinhas e das vindimas e acompanhar as viagens que o melhor Dão do mundo faz, à volta da Terra, para levar mais longe o nome dos vinhos portugueses. O melhor?
cabriz magnolia ramos embaixadora de marca brand ambassador
Search O melhor é conhecer, por dentro, o seu vinho preferido. Saber por onde ele anda e com quem. Ver os copos onde se entorna e as mãos que o transportam. Voar com ele e trazê-lo para casa, a cada regresso. Descobrir os segredos das vinhas e das vindimas e acompanhar as viagens que o melhor Dão do mundo faz, à volta da Terra, para levar mais longe o nome dos vinhos portugueses. O melhor?

Concurso de Vinhos de Portugal 2018: Cabriz Touriga Nacional branco conquista medalha de Ouro

Mais de 160 jurados, nacionais e internacionais, avaliaram cada um dos 1307 vinhos, de 372 empresas diferentes, em competição no Concurso de Vinhos de Portugal 2018. O júri não teve dúvidas: Cabriz Touriga Nacional branco 2017 conquistou a Medalha de Ouro.

Os vinhos distinguidos com Medalhas de Ouro no Concurso Vinhos de Portugal terão presença garantida em eventos internacionais de excelência, a realizar em 2018, como a ProWine Shanghai, Romantic Encounter do Japão, o Campus Hamburgo e as Provas de Varsóvia, Luanda, Zurique, Nova Iorque e Oslo, para além de momentos de degustação ao longo do ano no Museu La Cité du Vin.

À semelhança das edições anteriores, o Concurso Vinhos de Portugal teve uma primeira fase, realizada no CNEMA, em Santarém, na qual cada vinho foi apreciado em prova cega por um júri composto por especialistas em vinhos, nacionais e internacionais, entre enólogos, jornalistas, sommeliers e outras entidades ligadas ao mundo do vinho. Com base nas escolhas feitas na 1.ª fase do Concurso, o Grande Júri – composto por John Szabo MS (Canadá), Evan Goldstein (EUA), Dirceu Vianna Junior MW (Brasil e Reino Unido), Andrés Rosberg (presidente da ASI – International Sommelier Association), Luís Lopes (presidente do Concurso) e Bento Amaral, em representação de Portugal – escolheram os grandes vencedores do Concurso Vinhos de Portugal.

Os vencedores foram conhecidos esta sexta-feira à noite, 18 de maio, na gala de entrega de prémios do Concurso Vinhos de Portugal, que se realizou no Convento do Beato e contou com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

Este concurso é uma das grandes apostas do Plano de Promoção que a ViniPortugal desenvolve ao longo do ano. Levar os produtores nacionais a apostarem na melhoria contínua da qualidade e da diferenciação dos seus vinhos; incentivá-los a reforçar a aposta na comunicação e na capacidade de negociação; e continuar a elevar a notoriedade dos vinhos portugueses junto de influenciadores e decisores estrangeiros, que se deslocam até ao nosso país são os objetivos desta iniciativa.


Foto da semana | Cabriz, que coisa mais linda, mais cheia de graça

Na foto desta semana mostramos-lhe Cabriz rendido à beleza inigualável do Rio de Janeiro. E vice-versa, porque quando Cabriz passa, o mundo inteirinho se enche de graça… ?


O Restaurante Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, transpira História e histórias, ou não fossem as suas instalações situadas na antiga capela da residência da Família Real Portuguesa, no Rio de Janeiro. E Cabriz, o Dão mais vendido no mundo, também entra nesta história cheia de tradição, sabores, clima tropical e laços Portugal-Brasil.

Onde hoje funciona a cozinha do restaurante, em tempos era a casa do sacerdote. Da antiga capela da residência oficial do Rei D. Pedro I no Brasil – transformada em restaurante em 1954 – mantém-se a arquitetura, cuidadosamente preservada, e o ambiente, enriquecido com pinturas antigas e móveis do século XVI. Se a personalidade única deste lugar, cheio de carisma, não bastar como motivo para uma visita, deixamos-lhe mais um: Cabriz faz parte da carta de vinhos deste restaurante histórico.

A própria ementa do restaurante espelha a herança histórica do lugar. Aqui, são oferecidos aos clientes pratos como o bacalhau à D. Pedro (lombo de bacalhau grelhado, batatas portuguesas, petit-pois e palmito) – ótimo para acompanhar com Cabriz! – ou o café de filtro, feito da maneira que o Rei D. Pedro apreciava.

Ir à Quinta da Boa Vista é uma experiência, não apenas para o paladar, mas para todos os sentidos. Em homenagem aos 200 anos da chegada da Família Real ao Brasil (que se mudou para o país para fugir a Napoleão Bonaparte), em 2018, os funcionários do restaurante vestiram-se com os trajes da época. A ideia foi tão elogiada pelos clientes e amigos da Quinta da Boa Vista, que essa passou a ser a farda oficial dos funcionários. Da próxima vez que for saborear um copo de Cabriz a este emblemático restaurante não estranhe se perucas, corpetes ou sobrecasacas fizerem parte da indumentária.

Os jardins palacianos que envolvem o restaurante também merecem uma visita prolongada: são lindos e um cenário maravilhoso para degustar, com calma e tempo, e em boa companhia, um copo de Cabriz. Encontramo-nos à mesa? Até já!


Foto da Semana | Cabriz nas nuvens com a TAP

Durante o segundo trimestre de 2018, sempre que viajar na TAP – Air Portugal vai ter a oportunidade de saborear Cabriz Colheita Selecionada Rosé. Na foto desta semana, mostramos-lhe um assistente de bordo pronto a servir aos passageiros o melhor. Fasten your seatbelts! ?


Magnólia Ramos | Brand Ambassador de Cabriz: “Sonhei poder mostrar ao mundo o que de melhor se faz no nosso país”

1. Como é que entraste no mundo dos vinhos?

Não foi amor à primeira vista… A minha primeira formação foi na área das Ciências Farmacêuticas. Fui farmacêutica durante cerca de 3 anos. Depois, por influência do enólogo lá de casa, o meu irmão – e após conhecer a turma da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) durante a sua passagem por Portugal – a paixão pelo mundo do vinho começou a crescer. E foi nesse momento que decidi embarcar na maior aventura da minha vida: abandonei a farmácia e inscrevi-me no MSc in Wine Management, percorrendo 26 países em 11 meses e provando mais de 3000 vinhos de todo o mundo! Quando regressei a Portugal sonhei poder mostrar ao mundo o que de melhor se faz no nosso país. Escolhi a área da exportação. Adoro o que faço, sou uma sortuda. Gosto muito de comunicar e poder explicar o potencial dos vinhos que o nosso país está a produzir. E a aventura no mundo dos vinhos ainda agora começou…

2. O que é que Cabriz tem que o distingue de todos os outros vinhos?

É impossível falar de Cabriz sem fazer referência à região. Já o slogan diz que “Dão é Cabriz”. O Dão, “dono” de um terroir único, berço da Touriga Nacional – casta portuguesa reconhecida a nível internacional – e do Encruzado, que dão origem a vinhos de uma elegância indiscutível e com uma capacidade de envelhecimento singular. Cabriz tem tudo isto e muito mais… E ainda só passaram os primeiros 25 anos!

3. Queres oferecer um vinho Cabriz a um grande amigo. Qual é que escolhes e porquê?

Cabriz tem um vasto portefólio de vinhos que se adequam aos vários momentos de convívio, refeição, festa e celebração. Escolheria um branco e um tinto: Cabriz Reserva Branco – um 100% encruzado, com grande delicadeza, elegância e complexidade aromática – e Cabriz Touriga Nacional Tinto – de aromas intensos e complexos a notas florais e a frutos vermelhos maduros, bem estruturado e com um elevado potencial de envelhecimento.

4. Indica um cenário e uma companhia perfeitos para saborear Cabriz.

Uma festa com amigos, a comemorar com “o melhor”: Cabriz!

5. Completa: Cabriz é… O Melhor! Um vinho com uma ótima relação qualidade/preço que faz as delícias de muitos portugueses e não só! Por esse mundo fora, é uma marca reconhecida pelo consumidor e pelos críticos internacionais que o colocam nos Top 100 e lhe atribuem medalhas e pontos acima dos 90. É um orgulho trabalhar para uma marca com este tremendo potencial.